Postado em em 4 de maio de 2020

Trabalho remoto (home office) na área de tecnologia — com tantas oportunidades, o que você está esperando?

R$ 5,52 – Esta foi a cotação do dólar no dia 04/05/2020, quando escrevi este artigo.

Você gostaria de receber pagamentos em dólar e ver seu rendimento quintuplicar ao ser convertido para real?

Se esta ideia soa interessante para você, continue lendo. Talvez a frase acima tenha soado um pouco como “promessa mirabolante” ou “papo de vendedor”, mas se você me der uma chance, vou te mostrar como ela não apenas é bastante concreta, como está ao seu alcance de maneira mais fácil do que você imagina.

Este é o primeiro de uma série de artigos que escreverei contendo dicas fundamentadas em conhecimento e experiências reais para te ajudar a desenvolver uma carreira internacional.

Um resumo da minha história

Eu poderia escrever alguns parágrafos sobre minha vida e carreira aqui, mas não creio que esse tipo de biografia – geralmente feito por pessoas que buscam se auto promover – acrescente em nada para você. Neste momento, basta apenas que você saiba que eu trabalho como freelancer em home office 100% do tempo desde 2015 e que a grande maioria (mais de 90%) dos meus clientes são dos EUA, Canadá e países europeus.

Se você realmente estiver curioso para saber um pouco mais sobre mim, dá uma lida aqui. Do contrário, continue a leitura para o que realmente importa.

Qual o seu objetivo profissional com relação à forma de trabalhar?

Antes de apresentar mais detalhadamente as minhas dicas, te faço esta pergunta: você deseja trabalhar em home office 100% do tempo, assim como eu? Ou pretende mudar de cidade, estado ou até mesmo de país (ou seja, seu objetivo envolve realocação)?

Esta pergunta pode parecer simples, mas ela influencia em diversos aspectos, tais como o nível de fluência em Inglês (ou outro idioma) necessário, certificações, documentação, abertura (ou não) de empresa no Brasil, entre outros. Além disso, algumas das plataformas de freelancing que eu vou apresentar nos próximos artigos são apenas para trabalho remoto (exemplo: Toptal), outras apenas para realocação (exemplo: Landing.Jobs [1]), e algumas para ambos os tipos (exemplo: StackOverflow Careers).

Você não precisa escolher apenas um desses tipos, mas tenha em mente que cada um deles influenciará na estratégia a ser seguida.

Requisitos para trabalhar 100% em home office para empresas do exterior

De maneira resumida, estes são os requisitos que eu entendo como necessários para que você possa trabalhar 100% em home office para empresas do exterior:

  • Inglês: intermediário para fala (speaking), intermediário-avançado para escuta (listening) – infelizmente este é um item que não tem como escapar: você precisa falar Inglês pelo menos em nível intermediário. Mas também não precisa esquentar demais a cabeça nem desistir logo de começo por conta disso. Vejo muita gente com um nível de conversação bom o suficiente para ambiente de trabalho (o tal do Inglês técnico) que tem medo de se candidatar para vagas de outros países por não confiar na própria habilidade.

    A minha dica aqui é – seus clientes sabem que você não é nativo e aceitam isso. Eles sabem conviver (e conversar) com pessoas de outros países e entendem que você pode gaguejar às vezes ou errar algumas palavras. Desde que você consiga estabelecer uma comunicação razoável, já é suficiente na maioria dos casos.

    Outra dica super quente: é bem mais importante entender o que o cliente te diz do que falar fluentemente. Como falei, você pode (e com com certeza vai) cometer alguns erros, mas o ruim é se você não entender seu cliente e ficar pedindo diversas vezes para que ele repita o que disse. Se coloque no lugar dele: você se sentiria confortável ao conversar com alguém que te pede para repetir o tempo todo porque não entendeu o que você falou?

  • Currículo em Inglês – todas as plataformas para trabalhar para o exterior que eu conheço exigem que você envie um currículo em Inglês.

  • Abrir uma micro empresa – este passo não é obrigatório, mas é altamente recomendado. A carga tributária que você vai pagar se prestar serviço para o exterior como pessoa física é muito maior do que como pessoa jurídica. Este tópico por si só merece um um artigo separado. Escreverei um em breve dedicado 100% a este assunto.

Requisitos para ser realocado para outro país

Este tópico é um pouco mais complexo, visto que as exigências variam muito de país para país e de empresa para empresa. De forma bem resumida, alguns dos principais requisitos são:

  • Nível intermediário/avançado no idioma do país, sendo necessário comprovar com certificação em alguns momentos – você vai se mudar para outro país, então a comunicação vai ser 100% em outro idioma, e de forma presencial. Não há como “sobreviver” a isso sem ter um conhecimento no mínimo intermediário. Algumas empresas exigem certificações como IELTS, TOEFL, entre outras. Você precisa estudar e fazer uma prova para obter este tipo de certificação.

  • Documentação / visto de trabalho – normalmente não é necessário se preocupar tanto com este item. A grande maioria das empresas entende que, se elas querem trazer um colaborador de outro país, elas precisam providenciar a documentação elas mesmas. Mas o que pode acontecer é você precisar providenciar a documentação do seu(ua) cônjuge e/ou filhos(as), por exemplo. Nem todas as empresas ajudam (e quase nenhuma custeia) documentação para terceiros.

O que mais vem por aí?

Bom, pessoal… Infelizmente não tem como abordar tudo em um único artigo. Nas próximas postagens eu vou apresentar detalhadamente algumas das melhores plataformas para freelancers, abordar a parte burocrática da exportação de serviços, e trazer ainda mais dicas bem detalhadas para te ajudar a conquistar seu primeiro job remoto, abordando assuntos como entrevista, currículo, entre outros.

O que achou deste artigo? Deixa um comentário abaixo! Assim você me ajuda a melhorar o conteúdo mais e mais 🙂

Forte abraço!

 

1 A Landing.Jobs passou a publicar vagas para trabalho remoto também, mas seu foco principal continua sendo a realocação.

5 1 vote
Article Rating

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
16 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
IVAN AMADO CARDOSO

🙂show de bola, texto objetivo e com um conteúdo bastante interessante,ainda mas com essa pandemia, trabalho remoto é um caminho sem volta.

Andréia

Muito bom! Obrigada pelas dicas!

Larissa Cerqueira

👏👏👏👏👏👏 obrigada pelas dicas !!

Viviane

Excelentes dicas. Parabéns! 💪👏👏

IURY MARCOS SILVA COSTA

Fundamental a questão do nível de inglês, as pessoas se passam na auto-avaliação, pra mais e pra menos. Os exames se tornam peças-chaves para abrir as portas necessárias. Ótimo artigo!

Gutemberg Bonfim Baião Filho

Parabéns. Muito bom texto, vai ajudar muita gente.

Anderson Carvalho

Muito bom! Objetivo, sem enrolações e baseado em experiência real. É isso que alguém que quer seguir pelo mesmo caminho precisa.

Carlos Morais

This subject was really very interesting! Nowadays people are not concerned even with all knowledge acquired over the years through Universities, Certificate programs, Vocational Education Training (VET), and so on, to take their careers to another level and work from home (Home Office). No doubt it will be an important world change related to Work remotely, and In a few years, Companies will employ more full-time workers.
Nice Article Flavio!!
Cheers.